fbpx

Notícias

Docentes da Unesc/Cacoal recebem certidão de aptidão para diagnóstico de Malária


O curso objetivou a formação de profissionais capacitados e certificados para a realização do diagnóstico laboratorial de malária

 

Entre os dias 23 e 27 de setembro foi oferecido na Unesc, em Cacoal, uma “Capacitação em Diagnóstico Parasitológico de Malária”. A capacitação foi realizada pela equipe de profissionais do Laboratório Central de Saúde Pública do Estado de Rondônia (Lacen), Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e II Gerência Regional de Saúde de Cacoal.

O curso objetivou a formação de profissionais capacitados e certificados para a realização do diagnóstico laboratorial de malária. A capacitação contou com carga horária de 40 horas, incluindo atividades práticas de coleta de material clínico, confecção e coloração especial de lâminas, preenchimento de formulários do SIVEP-Malária, análise de lâminas negativas e positivas e, avaliação final de competência por meio de análise laboratorial.

Participaram da capacitação, profissionais e técnicos de laboratório dos municípios de Cacoal, Espigão D’Oeste, Pimenta Bueno e profissionais convidados da área da saúde, que atuam no ensino superior sendo caracterizados como multiplicadores de informações no diagnóstico laboratorial. Entre estes, os docentes de Biomedicina da Unesc de Cacoal, prof. Me. Cássio Antonio Lanfredi dos Santos e prof. Me. Diego Oliveira Xavier, que foram aprovados na avaliação final, se tornado aptos para o exercício da atividade de microscopista em Diagnóstico Parasitológico de Malária, conforme a Portaria Nº83/GAB/CIB/RO de 10/10/2007. O curso foi ministrado pelos profissionais Alcides Alves De Azevedo Filho e Arnaldo Sampaio Di Paulo, sendo microscopistas supervisores do Lacen/RO.

“Foi um privilégio participar desta capacitação, onde pude conhecer profissionais de importância e competência laboratorial. Rondônia possui altos índices de casos de Malária e essa capacitação foi de suma importância para aprimoramento dos conhecimentos teóricos e práticos em diagnóstico parasitológico de malária, para que possa ser transmitido de forma horizontal, aos nossos estudantes e futuros profissionais da área laboratorial”, ressalta Cássio Antonio Lanfredi dos Santos, coordenador e docente de Biomedicina da Unesc Cacoal.

(Assessoria de Imprensa/Unesc)