fbpx

Notícias

Curso de Engenharia Ambiental da Unesc realiza 1ª Mostra do Solo em Vilhena


Acadêmicos do curso de Engenharia Ambiental da Unesc, Unidade de Vilhena, realizaram uma atividade prática supervisionada (APS), através da disciplina de Geologia e Pedologia, sob supervisão da professora Juliana de Fátima Vizú.

A atividade consistiu na realização de experimentos, com o objetivo de demonstrar aspectos físicos que condicionam a qualidade ambiental do solo vilhenense, relacionados à coloração, infiltração e permeabilidade, densidade e textura do solo, e ainda intemperismo e formação de horizontes.

A atividade de campo permitiu aos acadêmicos ressaltar também, como ocorre a erosão hídrica do solo. Foi demonstrada a importância da cobertura vegetal em três situações diferentes, como se dá a ação da água da chuva no desprendimento de partículas e erosão do solo.

Em Vilhena, as erosões tem sido um problema constante para as administrações municipais, inclusive sendo causa de decretação de situação de emergência no ano de 2017, devido à erosão no final da Avenida Curitiba. Recentemente, outras situações preocupantes ocorreram, como a abertura de crateras que se formaram às margens da BR-435, rodovia que dá acesso aos outros municípios do Cone Sul do Estado. A ação também pode ser notada em um trecho da Rua Jandaia, no bairro Cidade Jardim.

O professor Gabriel Paciência, coordenador do Curso de Engenharia Ambiental da Unesc em Vilhena, afirmou que “a relevância do trabalho realizado é para conhecer os aspectos físicos do solo e processos erosivos, além de práticas conservacionistas que evitem a ocorrência destes tipos de problemas, permitindo a realização de estudos de prevenção e contenção dos processos erosivos”.

Na última segunda-feira à noite, dia 19, foi realizada nas dependências da Unesc uma mostra do trabalho executado por acadêmicos e professores. O evento contou palestrantes da Sedam e do Saae, de Vilhena. Participaram também da Mostra, alunos das escolas Álvares de Azevedo e Shirlei Ceruti.

Para o coordenador acadêmico da Unesc em Vilhena, Marco Aurélio Vasques, a presença dos alunos do ensino médio na apresentação é de extrema importância. “Estes jovens serão multiplicadores da filosofia da prevenção e promoção de qualidade de vida”.

Vasques ressaltou ainda os investimentos realizados pela mantenedora da Unesc em Vilhena, enfatizando ainda o lançamento do curso de Engenharia Agrícola, que está com inscrições abertas para o vestibular. “Trata-se de um curso vocacionado para o Cone Sul de Rondônia, que é o maior celeiro agrícola do Estado”.

(Giliane Perin – Assessoria de Imprensa/Unesc)