fbpx

Notícias

Unesc oferta 25 vagas para o 1º Mestrado em Administração, em parceria com a Unip


Tendo como área de conhecimento a Administração, com ênfase em Empreendedorismo, Estratégia, Gestão do Conhecimento, Governança, Inovação, Negócios Internacionais, Operações e Logística, Organizações e Políticas Públicas, Organizações Não Governamentais (ONGs), e Redes Organizacionais, o curso de Mestrado em Administração é uma das novidades da Unesc para este novo ano que se inicia. O curso será oferecido em parceria com a Universidade Paulista (Unip).

Com duração total de 24 meses, o curso é organizado em créditos em disciplinas obrigatórias, disciplinas eletivas, publicação de artigo, exame de qualificação e defesa da dissertação.

Voltado para àqueles que buscam qualificação em Administração e ampliação da carreira, o curso que será oferecido pela Unesc, por meio da parceria com a UNIP, conta com 25 vagas.

A parceria é um avanço para o interior do estado de Rondônia, que passa a contar com o Programa de Mestrado, qualificando seus profissionais na própria região de origem. A oferta do curso de Mestrado mostra a preocupação da Unesc em qualificar os profissionais, garantindo o desenvolvimento regional.

A seleção para o Mestrado seguirá edital disponível em www.unescnet.br e está prevista para fevereiro. A seleção dos candidatos será realizada em quatro etapas, sendo elas a análise do currículo, avaliação do teste Anpad (exame de proficiência aplicado pela Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, e vale edições anteriores desde que ainda dentro da validade e com pontuação mínima de 200 pontos) ou Pré-Projeto de Pesquisa e prova escrita e entrevista.

O Mestrado Interinstitucional em Administração tem como linhas de pesquisa as Estratégias e Operações em Redes e Abordagens Sociais nas Redes. Na linha de pesquisa “Estratégias e Operações em Redes” tem-se que as redes são arranjos planejados de organizações com o objetivo de diminuir os custos e a dependência de recursos das empresas. Dessa forma, tanto a rede quanto cada organização pode obter vantagens competitivas. Nessa abordagem encontram-se os estudos de estratégias, cadeias e operações nas redes.

Na linha de pesquisa “Abordagens Sociais nas Redes”, tem-se que cada rede contém uma teia de relações sociais, a qual dirige, influencia e determina as ações, os processos, as decisões e os comportamentos dos atores. Mudanças nessa teia alteram os processos, a governança e os resultados das redes. Os estudos desta área buscam as correspondências entre essas relações sociais e outras variáveis da rede, como inovação, práticas e governança.

 

(Giliane Perin – Assessoria de Imprensa/Unesc)