fbpx

Notícias

Arquitetos e Urbanistas formados pela Unesc são destaque em premiação do CAU


CAU/RO concedeu menção honrosa à egressa Dorys Mirella.  Por sua vez, Fabrício Manzoli está entre os 3 finalistas do concurso, cujo resultado será divulgado dia 15

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Rondônia (CAU/RO) lançou neste ano o 1º Prêmio para Estudantes de Arquitetura e Urbanismo. O Prêmio avalia e premia trabalhos de conclusão de curso do segundo semestre de 2017 ou do primeiro semestre de 2018, elaborados por estudantes dos cursos de Arquitetura e Urbanismo de Instituições de Ensino Superior de Rondônia, regularmente cadastradas no CAU.

Na segunda-feira, 26 de novembro, o CAU/RO anunciou os três finalistas do 1º Prêmio. Entre eles, o egresso Fabrício Manzoli Salles, da Unesc de Cacoal. Em seu Trabalho de Conclusão de Curso, sob a orientação da professora Ma. Priscila Couto de Almeida, Fabrício defendeu os “Princípios e Diretrizes de Mobilidade Urbana para o Município de Pimenta Bueno”.

Mas além de ter um egresso entre os três finalistas do 1º Prêmio para Estudantes de Arquitetura e Urbanismo de Rondônia, a Unesc também se orgulha pela Menção Honrosa concedida à aluna Dorys Mirella Bohn Daniel.

“Cada instituição de ensino superior indicava um número determinado de alunos, tendo como parâmetro o número de egressos. Nós indicamos dois pela Unesc e estamos muito felizes, pois os dois tiveram destaque neste primeiro prêmio do CAU. Um, que é o Fabrício, está aguardando o resultado final, dos três primeiros colocados, que será divulgado no dia 15 e a outra é a Dorys, que saiu do concurso com uma Menção Honrosa, algo muito importante”, destacou a coordenadora do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unesc, professora Ma. Jamille Barbosa.

“O maior objetivo era despertar o olhar da população para a nossa cidade”, destacou a acadêmica.

A egressa da Unesc/Cacoal desenvolveu a pesquisa “Vazios Urbanos – Investigação e Proposta Para o Município de Cacoal-RO”, sob a orientação da professora Ma. Janaína Matoso Santos. “Sou aluna da 1ª turma de Arquitetura e Urbanismo da Unesc e enfrentamos todos os desafios que esta condição oferece. Mas felizmente tive professores que contribuíram muito para a minha formação. Fico muito feliz pela menção ao meu trabalho. Foram meses intensos de pesquisa”, destacou a egressa da Unesc.

Para Dorys, a maior conquista em sua pesquisa é poder contribuir com o desenvolvimento da sua cidade, Cacoal. “O maior objetivo na realização deste estudo era despertar o olhar da população para a cidade e acredito que esta já é a maior vitória que eu poderia ter como acadêmica e agora como profissional”, concluiu a arquiteta e urbanista Dorys Mirella Bohn Daniel, formada pela Unesc.

Para a coordenadora do curso, ter os alunos se destacando fora da faculdade é a maior conquista. “Ter nossos alunos premiados é muito gratificante para nós, enquanto professores e para a Unesc, enquanto instituição de ensino superior. Todo nosso corpo docente vibrou com a notícia. Isso é fruto da dedicação de nossos acadêmicos e seus orientadores com à pesquisa e mostra o comprometimento institucional em olhar para as questões locais, da região”, ressaltou a professora Ma. Jamille Barbosa, que concluiu:

“Isso sem dúvida mostra que estamos trilhando o caminho certo, incentivando os acadêmicos a refletir sobre as questões locais, das jovens cidades da região. É olhar para as questões locais e fazer do conhecimento um bem para a comunidade local”.

Em novembro, a instituição realizou o 1º Fórum de Arquitetura e Civil, da Unesc, em Cacoal

 

(Giliane Perin – Assessoria de Imprensa/Unesc)